marco

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

marco no alto do morro ergueu piedosa prima um cruzeiro homenagem ao falecido padrim vô e ao milênio que passou de longe a memória e a cruz nos observando no alto do morro piedosos urubus fizeram morada por amor de viver e passam o inteiro dia no alto do cruzeiro nos urubu cevando João Bosco […]

Leia mais

barra do riacho seco

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

  dia sim dia sim o sol suntuoso bate tal qual sino dia sim dia sim luxuoso sobre os chapéus de palha   e encontra também amado eco seco nos mandacarus nas pedras nos juazeiros   dia sim dia sim dia sim virtuoso   tão bem  ressoam os juazeiros mesmo sem as copas cedidas às […]

Leia mais

Os retirantes, de Portinari

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

Diga-me com os seus olhos: O que é que você vê Diante de tanta mágoa Tanto inferno a padecer. Diga-me com suas lágrimas O que é que você esconde Quando procura essa voz Que do obscuro não responde. Diga – e não cale, agora – Se estes santos animais Travestidos de humanos Não são de […]

Leia mais

Letramento pelo cordel no Paranoá (DF)

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

Neste 17 de abril, fui ao Centro de Ensino Fundamental nº 1, do Paranoá, para conversar com alunos que haviam lido meus livros. Vi o material por eles produzidos e respondi a perguntas. Depois, fiz uma leitura no ambiente do 1º Encontro Cultural no CEF 01 do Paranoá. Produção: Marilda de Fátima dos Santos Bezerra

Leia mais

Palavra de Presidente – discursos de posse de Deodoro a Lula

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

Acesse aqui o pdf do livro: Discursos de Posse de Deodoro a Lula             Palavra de Presidente, vol. I– Discursos de Posse de Deodoro a Lula. a Oratória dos Presidentes do Senado, LGE Editora, 2004 e 2006. Coletânea de todos os discursos de posse dos presidentes brasileiros, acompanhada de estudo crítico. Uma boa […]

Leia mais

Movo-me pela engrenagem do circo de marionetes

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

      Movo-me pela engrenagem do circo de marionetes quando os fios são puxados então, o que não acontece? que pernas haviam-de, inábeis, passear pelo palco? e os braços desajeitados, não clamariam pela audiência?         Não. Neste circo, ao contrário, correm, avessas, as linhas, nos carretéis.   Assim, impelido pelo desejo […]

Leia mais

Haikais ingloriosos ou antiodes pelo 1º de abril

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

I Sexta Frota Incorporation   Em sessenta e quatro Sob o coturno servil Cresceu o lucro civil.   II Sixty 4ever   Boca de forno? Forno! Se o Tio Sam mandar? Mói até matar.   III Cruz Credo!   Pátria e Família Com mais Deus por testemunha: “Fogo nos comunas!”  

Leia mais

de dicionário (do livro teoria do beijo)

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

de dicionário beijo beijoca ósculo beijar beijocar oscular ó ilusório papel ó mentirosa tinta mesmo se quisessem saber nunca iriam o sabor que guarda o calor que agita com o desejo do beijo quem alma tiver alma que sinta do livro teoria do beijo, ed. do autor, 2003, com arte de Ana Lomonaco Sobre o […]

Leia mais

Nesta hora em que sou tudo

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

                    Nesta hora em que sou tudo (psicografia de anônimo)   Já o verme – este operário das ruínas – Que o sangue podre das carnificinas Come, e á vida em geral declara guerra, Anda a espreitar meus olhos para roê-los, E há de deixar-me apenas […]

Leia mais

Letramento literário no Mackenzie de Braília

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia

                Em encontro com os alunos do Mackenzie de Brasília, participei de atividade mensal regular. A convite da comunidade, participei da hora cívica e fiz leitura de O Lobo-Guará de Hotel. Logo em seguida, encontrei-me com os alunos do quinto ano, com a presença de Tatiana Gomes, Bibliotecária, […]

Leia mais