Obras de João Bosco Bezerra Bonfim

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia


20170831 A botija encantadaA botija encantada, com ilustrações de Rogério Coelho, Ed. DCL, 2016.
– O rouxinol em cordel, com ilustrações de Laerte Silvino, Ed. DCL, 2015.
– O jumento e o boi em cordel, com ilustrações de Nena Borges, Ed. Saraiva, 2014.
– O Auto de Santa Dica, com ilustrações de Alexandre Teles, Ed. do Autor, 2011.
– A Peleja de Aninha contra o dragão da tirania, com capa de Jô Oliveira, cordel, Ed. do Autor, Brasília, 2011.
– O gênero do cordel sob a perspectiva crítica do discurso, tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Linguística, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Instituto de Letras, Universidade de Brasília – UnB – como requisito parcial para obtenção do grau de Doutor, área de concentração Linguagem e sociedade, UnB, Brasília, 2009.
– A Rabeca de Seu Chico Joana, com ilustrações de Jô Oliveira, Ed. Prumo, 2009.
– Um Pau-de-Arara para Brasília, cordel com ilustrações de Alexandre Teles, Ed. Biruta, 2009
– A princesa e a ervilha em cordel, Ed. Prumo, São Paulo, 2010.
– A roupa nova do imperador em cordel, Ed. Prumo, São Paulo, 2010.
– O Soldadinho de Chumbo recontado em cordel, Ed. Prumo, São Paulo, 2009.
– in feito, poesias, Ed. do Autor, Brasília, 2009
– No reino dos preás, o rei carcará, cordel, infantil, com arte de Mateus Rios, Ed. Elementar, São Paulo, 2009.
– São Chiquinho ou o rio quando menino, infantil, com arte de Mateus Rios, Ed. Biruta, SP, 2008.
– A peleja do letrado contra as trevas do atraso, cordel, LGE Editora, Brasília, 2007.
– Palavra de Presidente, Vol. II – Sob o signo de Ruy Barbosa, ensaio e antologia, LGE Editora, Brasília, 2006.
– Uma Traça de Casaca na Casa de Rui Barbosa, infantil, com arte de Renato Palet, LGE Editora, Brasília, 2005.
– Romance do Vaqueiro Voador, cordel, com arte de Wagner Alves, sobre otogramas de Vladimir Carvalho e xilogravuras e Abraão Batista, LGE Editora, Brasília, 2004; Callis, São Paulo, 2010.
– Passagens terrâneas e subterrâneas, com arte de Ana Lomonaco, LGE Editora, Brasília, 2004.
– Palavra de Presidente, vol I – discursos de posse de Deodoro a Lula, ensaio e antologia, LGE Editora, Brasília, 2004.
– Chronica de D. Maria Quitéria dos Inhamuns – poema-em-drama, com ilustrações de Côca Torquato, e design de Wagner Alves, LGE, Brasília, 2005.
– O Jipe Cangaceiro na Chapada dos Veadeiros, com arte de Ana Lomonaco, LGE, 2005.
– Teoria do beijo, poesias, com arte de Ana Lomonaco, Ed. do Autor, Brasília, 2003.
– Era uma vez uma maria farinha, infantil, com ilustrações de Daniele Lincoln, LGE, Editora, Brasília, 2003.
– A fome que não sai no jornal, ensaio, Ed. Plano, Brasília, 2002.
– Pirenópolis pedras janelas quintais, de poesias, com fotos de Sílvio Zamboni e arte de Wagner Alves, Ed. Plano, Brasília, 2002.
– Amador amador, de poesias, Ed. do Autor, Brasília, 2001.

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook Email

About João Bosco Bezerra Bonfim

Poeta, pesquisador de linguística e literatura. Mora em Brasília, DF, Brasil. Autor de mais de vinte livros: análise de discurso, poesia, literatura infantojuvenil, cordéis. Nasceu na Barra do Riacho Seco, município de Novo Oriente, Ceará, em 1961. Reside em Brasília desde 1972. Professor de literatura, mestre e doutor em linguística, na área de análise do discurso. Ministra oficinas para mediadores de leitura; faz leituras públicas de suas obras; participa de eventos literários em todo o Brasil.

Nenhum comentário ainda... Seja o primeiro a deixar uma mensagem!

Deixe uma mensagem