oásis

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia


 

cavalo de pau

 
 
 

para o sol, amena sombra

para as choupanas serena telha

ouro em pó, preciosa cera

mas não é dessa carnaúba

que falo

falo daquela

que do engenhoso

talo com orelhas

cabresto olhos

focinho rabo

fez-me meu pai

trotante cavalo

do livro passagens terrâneas e subterrâneas, LGE/FAC, Brasília, 2003

passagens terrâneas e subterrâneas, LGE/FAC, Brasília, 2003

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook Email

About João Bosco Bezerra Bonfim

Poeta, pesquisador de linguística e literatura. Mora em Brasília, DF, Brasil. Autor de mais de vinte livros: análise de discurso, poesia, literatura infantojuvenil, cordéis. Nasceu na Barra do Riacho Seco, município de Novo Oriente, Ceará, em 1961. Reside em Brasília desde 1972. Professor de literatura, mestre e doutor em linguística, na área de análise do discurso. Ministra oficinas para mediadores de leitura; faz leituras públicas de suas obras; participa de eventos literários em todo o Brasil.

Nenhum comentário ainda... Seja o primeiro a deixar uma mensagem!

Deixe uma mensagem