marco

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia



marco

no alto do morro
ergueu piedosa prima
um cruzeiro
homenagem ao falecido
padrim vô
e ao milênio
que passou

de longe a memória
e a cruz nos
observando

no alto do morro
piedosos urubus
fizeram morada
por amor de viver
e passam o inteiro dia
no alto do cruzeiro nos
urubu cevando

João Bosco Bezerra Bonfim, do livro passagens terrâneas e subterrâneas, Ed. LGE, Brasília, 2003

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook Email

About João Bosco Bezerra Bonfim

Poeta, pesquisador de linguística e literatura. Mora em Brasília, DF, Brasil. Autor de mais de vinte livros: análise de discurso, poesia, literatura infantojuvenil, cordéis. Nasceu na Barra do Riacho Seco, município de Novo Oriente, Ceará, em 1961. Reside em Brasília desde 1972. Professor de literatura, mestre e doutor em linguística, na área de análise do discurso. Ministra oficinas para mediadores de leitura; faz leituras públicas de suas obras; participa de eventos literários em todo o Brasil.

Nenhum comentário ainda... Seja o primeiro a deixar uma mensagem!

Deixe uma mensagem