cartilha

por João Bosco Bezerra Bonfim

Artes Verbais, Literatura de Cordel, Discurso, Letramento Literário, Narrativas, Poesia


poema cartilha, do livro amador amador, Brasília, 2001

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

cartilha

antes de se lançar ao amor
busque pescá-lo em águas próprias
considere esse seu desconhecido
dirija(-se) um olhar de pesquisador
esqueça pueris amores
fuja das fulminantes paixões
ganhará o amor se sobreviveu
hipoteticamente se veja caído
irremediavelmente tomado de amor
já não queira controlar o controle
libere (um tantinho) de adrenalina
mire sua amada com carinho
não se esqueça da entrega
outra não é a natureza do amor
primeiro e sempre o desapego
que o conter-se já é des-amor
uma vez (apenas) desconfie
(vai ser bom para alimentar a perda), pois
xadrez não é modelo para o amor
zele, pois, para estar sempre em xeque

João Bosco Bezerra Bonfim, publicado em meu livro amador amador, Ed. do Autor, Brasília, 2001.

Twitter Digg Delicious Stumbleupon Technorati Facebook Email

About João Bosco Bezerra Bonfim

Poeta, pesquisador de linguística e literatura. Mora em Brasília, DF, Brasil. Autor de mais de vinte livros: análise de discurso, poesia, literatura infantojuvenil, cordéis. Nasceu na Barra do Riacho Seco, município de Novo Oriente, Ceará, em 1961. Reside em Brasília desde 1972. Professor de literatura, mestre e doutor em linguística, na área de análise do discurso. Ministra oficinas para mediadores de leitura; faz leituras públicas de suas obras; participa de eventos literários em todo o Brasil.

Nenhum comentário ainda... Seja o primeiro a deixar uma mensagem!

Deixe uma mensagem