Arquivos | 22 de junho de 2016

Cacimbas do Poty

por João Bosco Bezerra Bonfim

  Quem pesa o rumo move um qual prumo? Saboreia o veio de enganosa Sinuosa exploradora planície? Mero engano de areia porosa? De vário insumo curva-se o rio Em sobrevoo de cacimbas de prosa De veios os mais ermos e profundos. Ora labora o tecido da rosa E, sombrio, por alas e veredas De mofumbos, […]

Leia mais